Desde que o Google lançou a organização por abas no Gmail, em 2013, classificando as mensagens em locais específicos como Principal, Sociais e a categoria Promoções, os profissionais responsáveis pelo envio de e-mails de marketing pelas empresas se sentiram muito preocupados com a possibilidade destas mensagens caírem aos montes na aba Promoções o que, teoricamente, poderia prejudicar suas campanhas.

Todo mundo sabe que a comunicação através de e-mails tem se tornado cada vez mais respeitada para profissionais de marketing e as pessoas continuam lendo suas mensagens diariamente em suas caixas de entrada, e hoje, ainda mais por dispositivos móveis.

Uma pesquisa realizada logo depois do lançamento do recurso do Gmail, organizada pela Return Path comprovou em números que a taxa de abertura de e-mails não mudou muito depois desta mudança. O estudo mostrou que usuários que liam 10,55% de email marketing antes do lançamento das abas, passaram a ler 9,81% o que demonstra uma queda de 0,74%. Ainda segundo a pesquisa, a caixa de entrada teve um ligeiro aumento na taxa de entrega de e-mails, ou seja, à medida que as mensagens e email marketing com autorização (opt-in) chegavam na Aba Promoções, as outras mensagens, consideradas principais ou de relacionamento um a um chegavam também mais objetivamente na Aba Principal.

Um outro relatório feito pela Return Path mostrou que a taxa de abertura de e-mails na verdade aumentou ligeiramente para usuários que foram considerados “altamente engajados”.

Report_Gmail_Tabs_Analysis-2

 

A Mailchimp também realizou um estudo em dez de 2013 que demonstrou uma queda de 1,5% nas taxas de abertura de todas as campanhas após o lançamento das abas. Pelo que demonstrou o estudo, mesmo assim o número de “unsubscribes” não aumentou neste período, o que mostra que mesmo assim as pessoas continuam nas listas assinadas.

gmail_tabs_opens

gmail_tabs_unsubs

 

Qual o impacto da Aba Promoções para suas campanhas

O que na verdade se constatou com os estudos é que o Google, ao organizar as mensagens em suas abas acabou tornando mais fácil a seleção por assuntos e também por interesses dos seus usuários cadastrados. O principal ponto a observar é saber se a sua lista está engajada ou não para ler as suas mensagens. Segundo o estudo da Return Path, o número de aberturas para clientes engajados aumentou, o que pode também demonstrar uma elevação nas vendas de produtos para estes prospects.

A grande chave aqui neste assunto é produzir e-mails de marketing que são relevantes e oportunos ao usuário, de forma consistente e sem exageros.  Quanto mais valor seu email marketing oferecer à sua lista, tornará ainda mais possível que ele seja visualizado, lido e clicado.

Também é importante destacar o remarketing para e-mails aqui, trazendo promoções de alta relevância para sua lista ou, melhor, produtos que eles realmente tenham interesse. Ao analisar os cliques e aberturas para determinadas campanhas, você facilmente poderá direcionar melhor estes possíveis clientes.

A maioria das ferramentas de email marketing atualmente já possuem autoresponders e sistemas que farão a automação das suas mensagens promocionais com maior excelência. A questão a se observar é: quem é, do que precisa e qual o momento certo de enviar esta mensagem para o usuário certo.

 

Grande abraço e sucesso!

 

Fontes:

http://www.theguardian.com/technology/2014/jan/20/email-marketing-and-google-mails-promotions-tab-it-is-not-that-bad

http://returnpath.com/wp-content/uploads/2015/02/Report_Gmail_Tabs_Analysis.pdf

http://blog.mailchimp.com/how-gmail-tabs-affect-your-email-marketing-an-update/

http://returnpath.com/pt-br/blog/novas-abas-do-gmail-nao-entre-em-panico-ainda/