Fazer email marketing é uma excelente maneira de vender para clientes potenciais e também para sua carteira atual sem gastar muito dinheiro. Apesar disso, embora não pareça, existe uma grande responsabilidade em começar enviar os seus emails. As pessoas não saem distribuindo seu email para qualquer um  por um motivo muito simples: elas estão cansadas de receber aquela tonelada de emails sem propósito em sua caixa de entrada.

Por outro lado, se você envia campanhas de email marketing de maneira respeitosa e para pessoas que realmente autorizaram este recebimento, você está fazendo isso de maneira correta. Se alguém se inscreveu em sua lista ou autorizou o recebimento de informações é porque esta pessoa se identificou com seus conteúdos, seus serviços ou produtos e deseja receber as novidades de sua empresa.

A taxa de entrega nos últimos anos tem aumentado drasticamente e isso se deve principalmente ao fato de termos uma grande facilidade hoje em ler os e-mails através de smartphones e tablets.

Se você ainda não começou a fazer suas campanhas periodicamente e deseja começar a ter relacionamento com seus prospects e clientes em sua lista, essa é uma boa oportunidade de aprender alguns princípios básicos para o email marketing.

 

1 – Seu contato autorizou o recebimento?

Essa é a primeira coisa que você precisa saber. Antes de sair enviando uma tonelada de e-mails aos seus contatos, certifique-se de que eles autorizaram o recebimento. Como é chato receber e-mails que você não gostaria de ter em sua caixa não é verdade?

Este é um princípio básico e faz parte da cartilha de boas práticas do Código de auto-regulamentação do email marketing no Brasil e se você enviar e-mails para pessoas que não autorizaram esse recebimento, seu email remetente poderá cair na malha fina dos servidores e ser bloqueado ou ser considerado como “Spammer”.

Além do mais, essa pode ser uma propaganda negativa de sua empresa ou de você mesmo se acaso faz isso para um blog pessoal.

Uma boa opção é utilizar ferramentas de email marketing que utilizam formas de cadastramento como Double Optin (aquelas onde a pessoa se cadastra e ainda recebe um email com link de confirmação). Boas alternativas para esse uso são o Benchmark que tem uma versão em Português, o MailChimp, Campayn, o AWeber ou outras opções que tem no mercado de envio de emails.

 

2 – Não envie emails para um “assinante”, torne a sua mensagem pessoal

Escreva seus emails com um toque pessoal em mente. Lembre-se que você está enviando essa mensagem para uma pessoal, alguém que tem suas características e necessidades individuais. Coloque o nome desta pessoa no início da mensagem, use a cordialidade, seja pessoal com cumprimentos do tipo “Olá Fulano”, “Bom dia Juliano”, etc. A maioria das ferramentas de email marketing já possuem a personalização de Nome e você pode coloca-la na saudação. O tom de sua mensagem deve ser o mais próximo possível, ela não pode parecer uma carta de vendas. A não ser que seja um email marketing de ofertas correto?

 

3 – Seja atrativo na linha de assunto

As pessoas devem ter interesse em ler seus e-mails e um bom começo é tornar a linha de assunto atrativa. Atraia seus assinantes oferecendo-lhes algo que eles não têm como recusar. Prometa-lhes um negócio tão grande que eles serão obrigados a abrir a mensagem. Uma maneira fácil de fazer isso é usar palavras de persuasão que evocam emoção, urgência ou exigem atenção. Palavras persuasivas são uma obrigação em suas linhas de assunto, porque, sem elas, o email provavelmente nem será aberto.

 

4 – Faça vários tipos de mensagens

Não mande só imagens ou mensagens cheias de promoções para seus assinantes ou quando quer vender algo para eles. Dedique um tempo para enviar emails que fornecem dicas ou informações úteis a respeito de seu mercado, produto ou indústria. O email marketing é uma via de mão dupla onde você pode doar e receber. Relacione-se com sua lista. Você precisa ter certeza de que seus leitores estão recebendo algo de valor ao abrir sua caixa de entrada.

Você pode ajuda-los, educa-los, inspirá-los. Dessa forma, quando você tem algo de valor para entregar, seu leitor é mais propenso a responder com um comentário ou opinião pessoal e se envolver com seu negócio.

 

5 – Não tome tanto tempo de seus leitores. Seja rápido e simples.

Quando está escrevendo seu email, escreva rapidamente com textos curtos e de fácil compreensão. Dê-se um limite de tempo. Ao fazer isso é mais provável que você irá escrever com mais entusiasmo. Isso tornará sua mensagem mais pessoal.

O tempo é um artigo de luxo. As pessoas cada vez têm menos para ler textos extensos. Escrever é uma arte, não precisa ser redundante para ser persuasivo.

Depois de escrever, você estará preparado para editar seus e-mails completamente. Edite o comprimento, pois e-mails curtos estão mais propensos a manter a atenção do seu leitor.

 

Conclusão

O email marketing é um grande negócio que está crescendo dia após dia. Mais de 90% dos consumidores online estão fazendo isso diariamente. Em uma pesquisa recente da eDirect Marketing association, constatou-se que em torno de 66% dos consumidores fizeram uma compra on-line como resultado de email marketing. Por isso, não existe razão para não fazer sua campanha.